A difícil tarefa de começar a correr e continuar correndo

Você estava sedentário há anos, mas decidiu começar a correr? Agora faça melhor, continue correndo!

Correndo em grupo à noiteA corrida tem sido um dos esportes mais praticados, nos últimos anos. Em qualquer lugar, a toda hora, podemos ver pessoas correndo, cada um no seu ritmo, do seu jeito. Saímos cedo para o trabalho, e lá estão os corredores, fazendo seu exercício matinal. Na hora do almoço, com aquele sol do meio dia, tem sempre um louco correndo. E quando saímos do trabalho, então…., é corredor pra todo lado; homens e mulheres, jovens e idosos, gordos, magros, baixos, altos…, uma loucura total. Tá todo mundo insano! Que maravilha!

Mas, em meio a tanto louco, tem muita gente começando, incentivado pelos amigos, entusiasmado com uma reportagem da TV, cheio de vontade e…, de repente, tropeçando na preguiça. São muitas as desculpas, as mesmas de antes ou algumas novas,  mas sempre desculpas.

Gente, nenhuma atividade física é fácil. No início, então, o desafio é ainda maior. Até que o corpo acostume com o novo ritmo, com o novo esforço, todos nós sentimos vontade de parar. É muito mais fácil ficar em casa, deitado no sofá ou embaixo do edredom. O frio, a chuva, o calor, o cansaço, a novela, o shopping logo ali, o barzinho na esquina, tudo parece justificativa perfeita para dizer “hoje não estou a fim“. Se você tem agido assim, pare com isso já, calce os tênis e corra das desculpas!

 Os primeiros minutos de corrida são os mais difíceis. Vença-os!

Imagine que você está parado ou fazendo qualquer atividade de pouco esforço físico; seu coração pulsando cerca de 70 vezes por minuto, seus pulmões trabalhando em ritmo tranquilo, respiração curta. De repente, você começa a correr e exige que os músculos repitam movimentos muito mais rápidos e constantes, necessitando de mais sangue e mais oxigênio, obrigando os pulmões e o coração a trabalharem mais rápido e mais forte. Seu organismo leva um enorme susto, fica perdido como estouro de boiada. E nessa hora você pensa “acho que hoje não dá“, ou “isso não é pra mim“. Seja forte! Você pode! Reduza o ritmo, se for preciso, e siga em frente. Concentre-se em sua respiração, profunda e tranquila, e logo estará adaptado.

Ultrapasse as primeiras semanas de treino com dedicação. Supere-se!

A empolgação, geralmente, acompanha o início de qualquer atividade. Com a corrida, não é diferente. A maioria das pessoas começa cheio de energia, com o foco no objetivo de melhorar sua qualidade de vida, de perder peso, de interagir com um grupo, mas, nem sempre, continua assim.  Os benefícios da prática de uma atividade física não são sentidos rapidamente. É preciso dedicação, frequência, constância, até que o corpo comece a apresentar sinais de adaptação e melhor condicionamento.

Se você começou a correr, certamente, conhece o bem que esse esporte pode proporcionar à sua vida. Então, dê tempo ao tempo, faça um esforço por você. Dedique-se a si mesmo, por alguns instantes, algumas vezes por semana. As primeiras semanas serão mais difíceis, porque é uma adaptação. Logo você estará mais preparado e começará a sentir todos os benefícios dessa atividade fantástica.

Quer mais razões para correr? Clique aqui

Dicas para continuar correndo

– pense que a corrida é um investimento de médio prazo, em você mesmo.

– estabeleça metas, como completar 3 semanas consecutivas de treino, sem faltas. Quando atingir os objetivos, comemore e trace novas metas.

– RESERVE os dias e horários de treino e firme compromisso com você; negue-se a qualquer outra atividade nos horários definidos para a corrida.

– participe de provas de rua, com distâncias semelhantes às que pratica nos treinos. O ambiente dessas corridas é empolgante. Será um grande incentivo.

– acompanhe o blog Loucos que Correm, toda 4ª e Domingo (ups… esse post atrasou e saiu na madrugada de 4ª para 5ª feira).

 


Sua opinião e suas sugestões são muito importantes para fazer esse blog ainda melhor. Conto com sua participação.

Aproveite o campo abaixo, ok!

Ah.. curta, comente, compartilhe e volte sempre!

Gratidão!

Fabio Frasson

Fabio Frasson

fabio.frasson@yahoo.com.br

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>