Arquivos mensais junho 2016

Correr no inverno

O que acontece com o corpo quando corremos no frio?

Quando a temperatura externa cai, nosso corpo reage, contraindo os vasos sanguíneos periféricos, diminuindo o fluxo sanguíneo para os membros (braços e pernas), e redirecionando-o para as regiões centrais, que são vitais.

Com menos sangue circulando entre os músculos, eles ficam mais rígidos, tem menos elasticidade e menos potência. Por isso, quando corremos no frio, geralmente, sentimos as pernas mais doloridas. Além disso, aumenta o risco de lesão por estiramento (rompimento) das fibras musculares, principalmente se a exposição ao frio for prolongada.

Para o Dr...

A primeira corrida de 10km

Como encarar os 10km pela primeira vez?

A gente começa a correr sem grandes pretensões. Corre pela saúde, corre para perder peso, corre por prazer. A primeira prova, geralmente, de até 5km, acontece por influência ou por convite de alguém. A ansiedade é inevitável, mas o desafio não costuma assustar. Agora…, a primeira prova de 10km muda tudo.

será que eu consigo?

O primeiro frio na barriga acontece na hora de fazer a inscrição. Uma porção de dúvidas pairam no ar. Se houver opção para uma distância menor, é comum pensar duas, três, quatro vezes antes de clicar nos 10km.

Se você está prestes a participar de sua primeira prova nessa distância, provavelmente entenda bem o que estou escrevendo. Seja bem-vindo!

Encare esse momento como um ritual de passagem...

Voltar a Correr

Como voltar a correr?

Fiquei um tempo parado. Como voltar a correr como antes?

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Dores, lesões, cirurgias, preguiça, mudança rotina de trabalho; muitas são as razões que nos fazem parar de correr por um tempinho ou por um tempão. E na hora de voltar….., quanta dificuldade! A cabeça manda, mas o corpo não obedece. E agora?

Quando a gente já corre há algum tempo, se acostuma com o próprio condicionamento físico, com o ritmo de corrida, com as distâncias. Nós criamos uma auto-imagem como corredor e nem imaginamos que, de repente, possamos não estar mais assim. Aliás, acho que é aí que mora o problema: aceitar que não SOMOS assim, ESTAMOS assim. Digo isso por experiência própria. Já não é a primeira vez que passo por isso, mas…, não ficou mais fácil!

É preciso recomeçar c...

Fabio e Simone Treino dia dos namorados

Correr em dias frios: como vencer a preguiça?

Quer um motivo para treinar em dias frios? você!

Não é fácil encarar o frio para treinar, não é mesmo? Bate aquela preguiça, aquela vontade de ficar em casa, bem agasalhado, tomando uma xícara de chocolate quente.  Acho que todos nós corredores já passamos por isso muitas vezes. Mas, felizmente, vencemos na maioria delas.

A sensação de frio é fisiológica. É normal que sintamos essa necessidade de nos recolhermos, de pouparmos energia, de nos protegermos. Mas e os nossos objetivos? Uns treinam para melhorar a performance, o ritmo de corrida, alcançar recordes pessoais ou disputar os primeiros lugares; outros buscam perder aqueles quilinhos indesejados ou melhorar o condicionamento físico geral...

Correndo e fazendo amigos

Correr traz inúmeros benefícios para a saúde física; combate a hipertensão, melhora a capacidade cardiorrespiratória e cardiovascular, fortalece a musculatura e os ossos, contribui para a redução de gordura, combate o colesterol ruim e mais uma série de outras coisas. Mas pergunte aos corredores sobre seus motivos para correr e encontrará muito mais razões emocionais do que físicas.  Curioso, não?!  A vida fica melhor e, de quebra, com mais saúde! Perfeito!

Há poucos dias, encontrei uma frase sensacional, de autor desconhecido, que resume nossa vida de loucos que correm:

“Correr só não é melhor que fazer amigos correndo”

Muitos de nós não tem expectativas de pódio. A maioria briga com os próprios limites, seja buscando distâncias maiores ou tempos menores...

A dificuldade de abandonar o sedentarismo

Há um mês, comentei que, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 80% dos brasileiros são sedentários e não praticam nenhuma atividade física regular, o que representa um sério fator de risco.

O sedentarismo, principalmente quando associado aos maus hábitos alimentares, é um dos grandes causadores dos chamados “males da sociedade moderna”: obesidade, altas taxas de colesterol e tiglicerídeos, hipertensão, diabetes etc, etc, etc. Estima-se que haja 30 milhões de obesos no Brasil.

Felizmente, para a maioria das pessoas, as consequências  da falta de atividade física não atingem níveis extremos...

Orgulho de ser um Louco que Corre

Há uma semana, escrevi neste blog sobre a Febre das corridas de rua. Foi incrível pesquisar sobre o tema e descobrir tantas histórias de gente como a gente, que levanta cedo, que luta, que corre, literalmente, atrás dos seus sonhos. São tantos exemplos de guerreiros que cuidam da saúde, que eliminam aqueles quilos indesejados, que alcançam o pódio. Gente que enfrenta o frio, a chuva e o sol; que prefere o asfalto ou as montanhas; que percorre cada km em 8 minutos ou em 3, mas com a mesma alegria em cada passo; gente chamada de louca, com muito orgulho de ser um louco que corre.

A cada dia, estou mais convencido da importância da corrida em minha vida, cuidando da saúde física, mental e emocional...

Dormência ou formigamento nos pés durante a corrida?

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Você já sentiu os pés formigarem durante uma corrida? Já sentiu os dedos dormentes? Saiba que essa sensação é muito comum entre os corredores. As causas, geralmente, são simples. Mas é preciso observar os sintomas e, em caso de dúvida, procurar orientação médica.

Na maioria dos casos, a sensação de dormência ocorre por conta da compressão de algum nervo, e atinge, principalmente, os dedos, mas pode abranger também a planta dos pés, o dorso e até os tornozelos. Calçados pequenos ou com cadarços muito apertados podem ser os vilões desse desconforto. Para evitá-lo, a dica é sempre optar por tênis mais “folgados”, já que nossos pés incham durante a corrida, e “resolvem” não caber mais no calçado...