Corredores na terceira idade

Prometeu começar a correr em janeiro?

As comemorações de Ano Novo sempre vêm recheadas de promessas: novos cursos, novas profissões, novas dietas, atividade física…, todo mundo tem histórias pra contar.

E você? Prometeu começar a correr em janeiro e ainda não tomou coragem? Parou pra dar aquela descansada no final do ano e ficou com preguiça de retomar as atividades? Ou será que tem aquele amigo ou amiga que está precisando de uma forcinha pra cumprir a promessa de reveillon?

Isso é normal. Nosso corpo se acostuma com o que é mais fácil. Já falamos sobre isso aqui, no post “A dificuldade de abandonar o sedentarismo“, lembra-se? Se você não leu, recomendo.  

A verdade é que nossa vida atribulada vira sempre desculpa para que a atividade física fique pra depois. O que afirmamos serem motivos justos, são subterfúgios do nosso inconsciente, tentando nos manter na zona de conforto. “Levantar cedo pra correr é coisa de louco!”, “Quando penso em correr, começa a chover!”, “Domingo é o único dia que tenho pra acordar tarde e descansar!”, e por aí vão nossas desculpas. Sim, DES-CUL-PAS!

Vamos fazer uma reflexão: se você estivesse doente, correndo risco de morte, e o médico receitasse alguns remédios e várias sessões de um tratamento que seriam sua única chance, você diria pra ele que não tem tempo?, que não dá pra ir à clínica para fazer o tratamento por que está chovendo? que não dá pra acordar cedo pra tomar os remédios no domingo?

Agora, vamos a outra reflexão: imagine você, daqui há 20 ou 30 anos, com dificuldades para pegar uma blusa no alto do armário ou os chinelos sob a cama, por falta de flexibilidade; ficando de fora de eventos como o aniversário de filhos e netos, porque não aguenta subir as escadas do prédio de 3 andares onde moram, sem elevador; dependendo de filhos e netos para visitar os poucos amigos que ainda tem, pois não consegue caminhar alguns quarteirões.

Parece exagero pra você? Então pense um pouco. Você, certamente, conhece pessoas nessas condições. Que dependem de outras pessoas para atividades cotidianas, porque o corpo já não tem força, resistência e flexibilidade suficientes. Agora, compare essas pessoas com muitos senhores e senhoras, que há muitos anos estão na chamada terceira idade, e que deixam muito garoto no chinelo, quando o assunto é corrida. Vovôs e Vovós, sessentões, setentões e até mais, esbanjando saúde, simplesmente por que tiveram disciplina para cuidar do corpo e curtem todos os benefícios que a atividade física proporciona.

Peguei pesado?! A intenção foi essa! rsss

Nada é mais importante que a sua saúde. Cuide-se! Pare de arranjar desculpas e venha pra rua, venha ser mais um louco que corre!

Além de mais saudável, sua vida vai ser muuuuuuito mais divertida!


Sua opinião e suas sugestões são muito importantes para fazer esse blog ainda melhor. Conto com sua participação.

Aproveite o campo abaixo, ok!

Ah.. curta, comente, compartilhe e volte sempre!

Gratidão!

Fabio Frasson

Fabio Frasson

fabio.frasson@yahoo.com.br

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>