corredor de rua monitorando seu pace

Como melhorar o ritmo na corrida

Você corre, corre, corre, mas não consegue melhorar o ritmo na corrida? Não se preocupe. Isso é muito comum e acontece com quase todo mundo. Digo isso por experiência própria. O importante é definir seus objetivos, organizar os treinamentos e persistir com disciplina.

A evolução dos resultados depende muito do seu nível atual de condicionamento. Se você é iniciante, está começando no mundo das corridas, o simples fato de correr de 3 a 4 vezes na semana já fará uma grande diferença. Você, rapidamente, correrá mais longe e mais rápido. Isso porque seu corpo está se adaptando ao esforço, tanto muscular, quanto cardiorrespiratório; isso sem contar a questão psicológica, de acreditar que é possível e se manter firme, determinado.

Atleta e educadora fisica Arone Lucia

Arone Lúcia

Veja o que diz Arone Lúcia, atleta e educadora física: “Treinar regularmente faz com que o corpo se acostume aos poucos com o esforço e consiga progredir. Pessoas que não costumam praticar atividade física têm menos fôlego porque a sua atividade aeróbia é fraca e, por conta disso, a capacidade física é menor”.

Agora, se você já é um corredor com mais tempo de treinamento e várias corridas na bagagem e parece ter atingido um teto, um limite em seu condicionamento, e não está conseguindo evoluir, por mais que se esforce, é provável que estejam faltando treinos específicos; o tipo de esforço precisa mudar.

Para definir o melhor treinamento, vários fatores devem ser levados em consideração, tais como seu nível atual de condicionamento físico, a distância das provas que pretende disputar, o prazo que você tem para se preparar, entre outros.

Se você está se sentindo meio perdido, chateado pela falta de evolução no seu ritmo de corrida, aqui vão algumas dicas importantes.

8 Dicas para melhorar o ritmo na corrida

1º Procure orientação de um profissional: qualquer pessoa é capaz de correr. A dinâmica do movimento, aprendemos quando criança. Se respeitarmos os limites do esforço confortável, certamente extrairemos grandes benefícios com a corrida. No entanto, nada melhor do que um profissional, especializado no esporte, para avaliar seus movimentos, sua postura, sua flexibilidade e seu condicionamento físico geral, para estabelecer o tipo e a intensidade do esforço mais adequado a você e aos seus objetivos.

Mesmo que o auxílio profissional não seja possível, nesse momento…

2º Tenha disciplina, treine de 3 a 4 vezes por semana: o principal fator responsável pela evolução é a disciplina, o hábito.

Robson Karlos – “Robinho”

Robson Karlos, o conhecido Robinho, atleta e educador físico concorda: “O segredo é a sequência de treino”, disse ele.

3º Faça treinos variados, tanto em distância, quanto em intensidade: nosso corpo é bastante complexo. Não basta treinar a distância da prova. Para evoluir, você precisará de mais força, mais resistência e mais velocidade. Se fizer sempre o mesmo esforço, os resultados tendem a ser os mesmos.

Jésio Roberto Rosa

“O meu lema é treinar em ritmos alternados, e nunca deixar de sonhar”, diz Jésio Roberto Rosa, atleta pindamonhangabense de grande destaque na década de 1990.

4º Treine o ritmo que deseja fazer durante a prova: Não dá pra inventar em dia de prova. O resultado será fruto dos seus treinamentos. Então, dentre outros treinamentos, pratique o ritmo que pretende fazer nas provas; esteja preparado para ele.

Veja o que diz a educadora física e uma das principais atletas de Pindamonhangaba e

Luciana Siqueira Paulo

região, Luciana Siqueira Paulo: “Para melhorar o ritmo na corrida é importante trabalhar velocidade, utilizando treinos de tiro, com intervalos curtos. E para conseguir manter um bom ritmo na corrida, fazer treinos com ritmos próximos do seu objetivo na prova, como se fosse um simulado”.

5º Faça fortalecimento muscular: Músculos fortes não apenas protegem nossas articulações, ossos e os próprios músculos, mas aumentam a potência e ajudam o corpo a reagir aos estímulos com mais eficiência. Se o seu objetivo é melhorar o ritmo na corrida, eficiência é o foco.

Veja mais sobre isso no post Fortalecimento Muscular para Corredores (clique aqui)

6º Faça treinos educativos para coordenação dos movimentos: não há como pensar em eficiência na corrida, sem associar a movimentos corretos, adequados ao esforço. Movimentos coordenados diminuem a probabilidade de lesões, minimizam o gasto de energia e maximizam os resultados.

7º Atenção à postura durante a corrida: assim como os movimentos coordenados, a postura adequada ajuda na prevenção de dores e lesões, poupa energia e melhora a eficiência na projeção do corpo para frente.

Veja mais sobre isso no post A postura durante a corrida (clique aqui)

8º Descanse: Certa vez ouvi uma frase que nunca esqueci: “O descanso também faz parte do treino”. É na fase de descanso que o corpo se refaz, se reconstrói e se prepara para os novos desafios. Respeite seu corpo, curta a folga e melhore seus resultados.

Erika Leme

 

 

Ao ser questionada sobre como melhorar o ritmo na corrida, Erika Leme, atleta, educadora física, criadora da Turma Da Corrida e da assessoria Sou + Turma da Corrida resume assim: “Muita disciplina e dedicação aos treinos no período de base aliados a treinos de ritmo e treinos intervalados no período específico, irão proporcionar uma melhora no pace”.

 

 

 

 


Sua opinião e suas sugestões são muito importantes para fazer esse blog ainda melhor. Conto com sua participação.

Aproveite o campo abaixo, ok!

Ah.. curta, comente, compartilhe e volte sempre!

Gratidão!

Fabio Frasson

Fabio Frasson

fabio.frasson@yahoo.com.br

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>